– Projeto MAXHAUS para DJ

Por: Vinicius Reimberg

Projeto:  Vinicius Reimberg

Maquete 3D: Vinicius Reimberg

Ano do projeto: 2012

Projeto desenvolvido para a matéria de “materiais II” para o centro universitário FIAM FAAM

– Vamos conhecer os Apartamentos MAXHAUS:

– Knowing the apartament

Proposta: Cliente solteiro que gosta de receber muitos amigos, morador de um dos apartamentos MAXHAUS.

Proposal: Customer bachelor who likes to get a lot of friends, a resident of one of the apartments MAXHAUS.

maxhaus_dj_vinicius_reimberg_fiam_faam (4)

Planta Baixa Expressiva – Vinicius Reimberg

Projeto Maxhouse

Atrás do Dj existe um painel com foto de balada iluminado com luzes de Led com dimerizador de cores, ele pode fazer uma balada particular em casa.

Behind Dj there is a panel with photo ballad lit with LED lights with dimer color, it can make a particular club at home.

Projeto Maxhouse

O uso da madeira para o conforto visual e tátil foi usado em grande escala, no piso, mobiliário, juntamente com a parede com pedras rústicas, trazendo uma familiaridade ao local.

The use of wood for visual comfort and tactile been used on a large scale, floor, furniture, along with the wall with rough stones, bringing a familiarity to the place.

Projeto Maxhouse

As cores quentes foram a primeira inspiração, para um apartamento onde viriam amigos várias vezes na semana.

Warm colors were the first inspiration, to an apartment where friends would come several times a week.

Projeto Maxhouse

O quarto seguiu o mesmo conceito da sala, cores quentes e o uso da madeira, Entendeu-se que o Dj, depois de suas noitadas em trabalhos, queria um ambiente um pouco mais calmo, onde ele poderia relaxar.

The room followed the same concept of the room, warm colors and the use of wood, it was understood that the DJ after their evenings at work, wanted a slightly quieter environment where he could relax.

Veja mais algumas das propagandas dos apartamentos MAXHAUS:

Veja algumas etapas do projeto e layout final:

See some project steps and the final result

Anúncios

Mais idéias para cozinhas! Kitchens Tips!

Por: Vinicius Reimberg Santos

Depois de várias visualizações na minha primeira postagem: Idéias para cozinhas

alguns amigos me pediram para separar mais fotos e comentar o que podemos observar em cada ambiente. Vamos lá então. Com uma observação importante, todas as fotos têm balcão de apoio ou ilha.

The same comment is in english above the original text, enjoy it!

Em cozinhas que o tamanho é reduzido, algo que é marca registrada nos apartamentos hoje, tente aproveitar a própria janela para ter um balcão de apoio, você ganhará uma refeição à luz natural no seu café da manhã e ainda não perder muito espaço na cozinha. Uma ou duas banquetas de modelos compactos fecham o ambiente.

Use as paredes! Mesmo que já abarrotadas de armários, deixe uma “desorganização proposital”, onde panelas e temperos estão em fáceis acessos entre os armários.

In kitchens the size is reduced, something that is a trademark in apartments today, try to seize the window itself to have a help table, you will win a meal table with natural light in your breakfast and still not lose much space in the kitchen. One or two banquettes compact models close environment.

Use the walls! Even if you already crammed closets, leave a “purposeful clutter” where pots and spices are in easy access between the cabinets.

Uma imagem que trás o contraste muito usado do branco com a madeira, a opção de modulados deixa tudo em seu devido lugar, aproveitar cada centímetro precioso da sua cozinha é uma tarefa de extrema importância.

O uso das linhas retas pode trazer uma cara pouco pessoal ou “fria” demais em um ambiente que está com o passar do tempo muito familiar, use plantas, objetos pessoais ou de viagens para que sua cozinha não tenha estilo de vitrine, tenha o SEU estilo!

An image behind the widely used white contrast with the wood, the option of modulated leaves everything in place.

The use of straight lines can bring a personal face little or kind of ” cold”  in an environment that is over time very familiar, use plants, personal or travel objects to your kitchen does not have showcase style , your kitchen needs YOUR style.

Tento ainda acabamento em madeira clara, porém fugindo um pouco das linhas retas a cozinha antiga (de uma foto um pouco antiga) trás nos armários um estilo americano com as portas com “molduras” onde já é perceptível um ambiente mais convidativo e familiar.

O uso dos revestimentos que irão acompanhar a madeira são importantes, no caso acima, o azulejo tem uma cor e texturas mais rústicas, logo com uma aparência de conforto estampada.

I try yet clear wood finish, but running a bit of the old kitchen straight lines (a photo of a little old) back in an American style cabinets with doors with “frames” which is already noticeable a more inviting and familiar.

The use of coatings that will accompany the timber are important in the case above, the tile color and texture has a more rustic appearance with a logo emblazoned comfort.

Eu sei que a presença da madeira está forte na imagem, mas como estou falando sobre dicas, algo muito útil, quando alguém quer fazer um projeto diferenciado, é o lugar da própria geladeira, sem muitas paredes, o designer decidiu criar uma “caixa” para deixar a geladeira, pensando um pouco mais além, ela pode ser da mesma tonalidade dos armários, ou super personalizada!

I know that the presence of wood is in this picture is strong, but as I’m also talking about tips, something very useful when someone wants to do a different project, is the place of one’s own refrigerator, without many walls, the designer decided to create a “box” to leave the refrigerator, thinking a little further, it may be the same color of the cabinets, or super custom!

Pensando na composição de tonalidades, temos a opção de trazer esse degradê da madeira começando pelo piso, onde não é indicado um laminado, e sim alguma madeira de assoalho, em acabamento rústico ou acabado. E percebemos que na ilha, temos a mesma tonalidade, dando a impressão que a madeira “subiu” criando uma continuidade, e ao fundo, temos uma tonalidade mais escura nos armários.

Usar objetos de decoração em vários tons amadeirados (como as bolinhas no fundo esquerdo) e peças que dêem contraste (como as brancas) fecha a composição do ambiente.

Thinking about the composition of shades, we have the option of bringing this gradient starting with wood floor, where a laminate is not indicated, but some wood floor in rustic finish or finished. And we realize that the island, we have the same tone, giving the impression that the wood “rose” in a continuum, and in the background, have a darker shade on the cabinets.

Use props in several woody tones (like the balls in the bottom left) and parts that give contrast (such as white) closes the composition of the environment.

A cozinha contemporânea, com linhas retas, mas o que essa cozinha tem que chama mais atenção em relação a dá segunda foto? Acredito que os eletrodomésticos trazem uma atmosfera tecnológica, que é a cara da contemporaneidade, um segundo ponto importante é a grande entrada de luz natural.

Onde o conforto visual se completa com as cores claras, detalhes das panelas (como visto na primeira foto) trazem humanidade nas linhas retas. Fechando com banquetas com pés cromados, nos mesmos segmentos das torneiras e as pias de inox.

The contemporary kitchen, with straight lines, but what this kitchen has most striking about the second photo gives? I believe the technological appliances bring an atmosphere that is the face of contemporary, a second important point is the great natural light.

Where visual comfort is complete with light colors, details of the pots (as seen in the first photo) brings humanity in straight lines. Closing with stools with chrome legs, in the same segments of the faucets and stainless steel sinks.

OMG! A onda do branco. Piso alto nivelante, ou até mesmo aqueles porcelanatos de 1mx1m, com armários quase cristalinos, parece sonho? Pode sim virar uma realidade, mas considerando que o branco reflete muito a luz, e outros fatores cromáticos.

Mas responda, quanto tempo alguém conseguiria permanecer nessa cozinha? existem “projetos conceitos” que funcionam muito bem em revistas e exposições, mas antes de fazer um projeto ou reforma, imagine-se dentro desse ambiente varias vezes no dia, em diferentes dias.

OMG! The wave of white. High floor leveling, or even those of 1mx1m porcelain with crystalline cabinets almost seems dream? Yes you can become a reality, but considering that white reflects very light, chromatic and other factors.

But answer, how long someone could stay in that kitchen? there “designs concepts” that work well in magazines and exhibitions, but before doing a project or reform, imagine yourself within that environment several times a day, on different days.

O sonho da cozinha Branca ainda está no seu planejamento?
Então vejamos um exemplo um pouco mais confortável… como nos desfiles de moda, você não usa aquela roupa, aquilo é conceito, e podemos pensar que a cozinha anterior é a idéia do branco, e está, seria uma composição a partir de um modelo.

Tente adicionar duas coisas importantes para um bom projeto (pelo menos é o que eu acredito) Cores, e VIDA.

O branco, azul e a madeira tendem a lembranças navais, que pode ser usada como um conceito, um piso de assoalho de madeira e pastilhas de vidro azuis, podem acompanhar suas duas outras cores harmônicas o amarelo, e o vermelho. Lembrando que eles não aparecem na mesma proporção.

A parte “vida” aparece nas plantas, onde as flores já podem trazer as cores complementares do azul, como no exemplo da foto, os girassóis amarelos.

The dream of aWhite kitchen  is still in your plan?
So let’s look at an example a little bit  more comfortable … as in fashion shows, you do not wear those clothes, what is the concept, and we think that the kitchen is the idea of ​​the previous white, and it would be a composition from a model.

Try adding two important things for a good design (at least that’s what I believe) Colors, and LIFE.

The white, blue and wood tend to naval memories, which can be used as a concept, a floor of wooden floor and blue glass inserts, may accompany its two other harmonic colors yellow, and red. Remembering that they do not appear in the same proportion.

The “life” appears in plants where the flowers can already bring complementary colors of blue, as in the example photo, the yellow sunflowers.

Acredito que essa ultima cozinha traz pontos importantes e bonitos esteticamente. Como a iluminação natural, o brilho do branco, as molduras americanas, a vida das plantas e temperos, dos quais temos também o colorido, a humanidade das panelas penduradas.

Essa cozinha passa a humanidade que eu priorizo nos trabalhos. Projetos residenciais são feitos para o morar, o conviver, e essa cozinha tem esses conceitos estampados.

I believe this brings important points last kitchen and aesthetically beautiful. As the natural light, the brightness of white, American frames, plant life and seasonings, which also have the colorful humanity of hanging pots.

This kitchen is humanity that I prioritize the work. Residential projects are made for living, and this kitchen has all these concepts.

WALL PAPERS! papeis de parede!

By: Vinicius Reimberg Santos

Tem muitas pessoas que esquecem do papel de parede na hora da decoração, por isso tenho 3 imagens que consegui postadas no Design Shuffle, onde são mostrados cores e formas completamente diferentes doque vocês já viram !

Quem foi o lunático que inventou que quarto de bebê precisa ser BRANCO! (for God Sake!) vamos dar mais sensações aos pequenos, esse papel de bonequinhos traz uma atmosfera masculina sem forçar na questão “criancinha”.

Com desenhos geométricos e sem alguma simétrica, a segunda foto tem um fundo branco, lembrando uma tela, local perfeito para artistas começarem as mais variadas obras! Sugiro tons coloridos pontuais no resto do cômodo.

Tem um pouco da imagen de cima… O fundo branco (SÓ ELE).

Coloridíssimo! Esse wallpaper traz variações de cores e formas, inspira a criatividade com um espaço lúdico a carismático, um verdadeiro presente para os amantes da cor! Lembrando que uma parede assim fica em destaque, jogar mais peças altamente coloridas por todo o ambiente poderá causar uma confusão de informações.

Trouxe alguns sites que sempre olho novidades em Wallpapers, todos em São Paulo:

K&G

Mundo do papel de parede

Attytude

Imagens no site design shuffle no portifólio de ashley-salzmann

A arte de tornar possível

Por: Vinicius Reimberg Santos

Hoje eu vou comentar sobre um trecho do filme Ratatouille, na qual o personagem Remy (o ratinho chef) consegue montar um prato para o super crítico e temido Ego.


a questão que eu trago não se remete ao filme em si, e sim na sensação que Ego tem quando prova a primeira garfada do prato, o fazendoele se lembrar de quando a sua mãe o chama para o almoço, o gosto do ratatouille de Remy, é o mesmo.


Então como uma primeira postagem para esse novo semestre, eu gostaria de comentar essa inquietante parte do filme e linkar com a profissão de degisn de interiores.

Nesse novo semestre, e em todos os outros anos de nossas atuações, vamos proporcionar aos nossos clientes, com a nossa criatividade e competência, aquela experiência que o próprio Ego sentiu.

O sentimento de algo tão sublime, que poderíamos chamar facilmente de irreal, algo que te completa, ou que vai incrívelmente além de qualquer expectativa.
Por que nós temos a competência de tornar os sonhos possíveis.

Imagens: Google Images

Aproveite seu tempo

Por: Vinicius Reimberg Santos

Este é um trabalho acadêmico, proposto pelo centro universitário FIAM FAAM. Na matéria de expressões tridimencionais.

A proposta do trabalho foi criar um ambiente, ou mais a fundo, uma cadeira que nos representasse, pelo projeto, ou outros alunos teriam que tentar descobrir como o aluno expositor era… quais qualidades ele tinha, do que gostava, e assim por diante, antes que ele começasse sua apresentação, para assim, vermos o quanto tínhamos acertado, e o quanto o aluno tinha se expressado em seu projeto.

Eu me aprofundei no tema da cultura japonesa, e criei um ambiente que lembrasse um “templo”. Usando como escala aproximada duas bonsais que eu tinha na época, sendo assim, minha cadeira não chegou a 1.5cm de altura.

A proposta principal do meu trabalho foi o “aproveite seu tempo”. Explicando: seria basicamente a idéia de propor que as pessoas por menor que seja o tempo destinado a alguma atividade, seria faze- lá da melhor forma possível. Mesmo tendo apenas 30 minutos para um café da tarde, tome-o com uma xícara que te faça lembrar coisas boas, escolha o seu chá preferido e coma o pão que mais te faz bem.

Eu sei que na teoria sempre é mais simples. Mas vamos procurar aproveitar o nosso tempo, mesmo que não seja sempre o suficiente, mas que seja, esplêndido no final de tudo.

MAQUETE E IMAGNES: Vinicius Reimberg Santos

Um leve toque rústico

Por: Vinicius Reimberg Santos

Todos nós ao menos uma vez já reclamamos sobre o estresse da cidade, de como é bom ir e sentir o campo e o interior, algumas pessoas já até tiveram o prazer de passar uma “temporada” ao ar livre, então… Por que não trazer isso para a sua casa?

Como já dizia o grande arquiteto Mies Van Der Rohe,

“Deus está nos detalhes!”

Na sua próxima viajem, traga (se não tiver na casa da sua avó) uma peça bem rústica, ou antiga para dar o toque final e fino no seu Decór. No caso da foto acima eu usei como destalhe o tapete de couro de boi, muito usado alguns anos atrás.

O uso de uma peça que chama à atenção por seu estado natural pode ser uma atração incrível na sua casa, seus convidados muitas vezes não notarão o seu porcelanato, mas sem dúvida não esquecerão a mesa de centro feita de peroba-rosa!

Uma empresa que têm ambas?

Novo Zelo Antiguidades

FOTOS: Google Images

Cobertura em Florianópolis!

Por: Vinicius Reimberg Santos

Este é um trabalho residêncial acadêmico, proposto pela professora Fabíola Fernandes, na disciplina de PAISAGISMO. Pelo centro universitário FIAM FAAM.

Como dupla nesse trabalho, tive a grande ajuda de meu colega Caio Ribeiro.

Na proposta do projeto tínhamos como Briefing uma família onde os pais (e donos da residência)  tinham em torno de 30 anos de casados, e recebiam seus filhos, e duas netinhas com muita freqüência. A casa fica na cobertura de um apartamento em Florianópolis, e seria usado tanto no verão, quanto no inverno

Nós precisamos pensar em um tema discutido desde o primeiro dia de aula, a integração entre o interno e o externo, do íntimo com o social. Não é a nossa proposta que o projeto paisagístico seja mapeado, temos que criar um único projeto que faça que os ambientes de unam, e tenham essa integração.

Pensamos em algo mais simples, pois casas que recebem crianças tem de serem práticas. Por isso o uso de tecidos de fácil secagem, laváveis foram umas das idéias do projeto, juntamente com a presença da madeira, para que os dias frios se tornassem mais aconchegantes.

O uso da vegetação foi para ambientes de pleno sol, pois a maioria das plantas está nos ambientes abertos.

Não podíamos esquecer (é lógico) do cantinho do churrasco do Sul, e seu chimarrão. Ainda mais que no Briefing já constava que a família adorava cozinhar, e foi pedido algum espaço com horta, onde a pesquisa sobre quais hortaliças sobrevivem e convivem melhor uma com as outras..


__ você deve estar se perguntando o porque da palavra “convivem”?

Em nossa pesquisa descobrimos que a Hortelã, por exemplo, não pode ser plantada com nenhuma outra hortaliça, pois tem raízes invasoras, que destroem outras espécies.
algumas hortaliças que “convivem” muito bem juntas são:

Algumas misturas que dão certo: alecrim, tomilho e sálvia;

manjericão, anis, carqueja e sálvia;

e manjericão, manjerona e cebolinha.

 

Expressões Bidimensionais

Por: Vinicius Reimberg Santos

Relembrando os trabalhos do 1º semestre no meu curso de Design de Interiores, na instituição FIAM FAAM, na disciplina de Expressões Bidimensionais.

No trabalho proposto, nós tinhamos que levar objetos (ferramentas) e usarmos como base para uma reprodução nossa.
Na tarefa eu tentei trazer o realismo do estilete,  e como umabrincadeira, o estilete cortando, ou ferindo o mundo. Algo que nós fazemos constantemente, estamos ferindo o nosso mundo.

Desenhos e fotos de: Vinicius Reimberg Santos

As linhas contínuas de Viktor Miller- Gausa

O ilustrador Viktor Miller (Syktyvkar, Russia), tem seu foco em arte digital, design gráfico e ilustrações para revistas.
“Gosto muito do traço de Viktor, os desenhos (às vezes animados, outras com mais características Humanas) trazem uma técnica de sombreamento com linhas contínuas, e não em um reforço, ou uma mudança de tonalidade. Técnica presente em quase todos seus desenhos.
As frases em destaque, que brincam junto com as ilustrações formam um conjunto único, sem falar na forma distinta que apresentas as cores (muitas vezes, em outras formas: Armas, estrelas, etc…).”
_Vinicius Reimberg Santos

Viktor, em sua pagina no Behance diz: “Tudo sobre mim, será dito em meus trabalhos”

Mais Ilustrações incríveis em: Illustration Served

Read it also in English
By: Vinicius Reimberg SantosThe illustrator Victor Miller (Syktyvkar, Russia), focuses on digital art, graphic design and illustrations for magazines.
“I like the trace of Viktor, the drawings (sometimes animated, sometimes with more features Human) bring a shading technique with solid lines, and not in a booster or a change of tone. Technical present in almost all his drawings. “
_Vinicius Reimberg Santos
Viktor, on his Behance page says: “Everything about me, you said in my work”

Fabulosos Livings

Por: Vinicius Reimberg Santos

Aquele lugar precioso que para a maioria das pessoas passa despercebido, a sala de conversas, Sala de estar ou até Living Room.

Em minha opinião a comunicação familiar esta tendendo a se perder dia após dia em uma grande parcela das casas. Desculpas como a correria, e o cansaço não podem atrapalhar a união de uma família. Trouxe então 09 ambientes de salas de estar para que possam nos inspirar a criar ambientes de convívio, de conversas gostosas e porque não, acompanhadas de um café (de sua preferência). 😉

Um ambiente simétrico para os clientes mais clássicos, que preferem algo mais formal. Podendo ser usado tanto para reuniões familiares, quanto para alguma conversa de negócios, após algum jantar mais elaborado.

Não precisamos efetivamente de um pé direito duplo para usarmos o recurso de uma faixa de papel de parede e molduras de gesso. Quadros neutros, porém com tons mais escuros, proporcionam o contraste para ambiente claro. O uso da vegetação podada vem como um toque final no estilo clássico.

Ambientes claros e predominantemente brancos são perfeitos para refletir a luz solar. Consequentemente ambientes brancos (e minimalistas) muitas vezes trazem uma atmosfera pouco convidativa, o uso de almofadas (coloridas), tapetes de lã e algodão mais “cheios”  e cortinas mais densas, quebram o clima frio.

O lambril sem dúvida trás a delimitação que pode ir até a altura das janelas, o uso de outro revestimento acima do lambril encaixa -se perfeitamente na ambientação. Nesse ambiente a cor predominante acaba sendo os tons amarronzados, por isso, o uso de tapetes azuis compôs o ambiente de uma forma inteligente.

Quando temos um living bem iluminado, abre mais um legue de possibilidades, podemos com isso, usar tonalidades mais escuras nas paredes, no piso, na mobília… Tanto em peças pequenas de destaque, como em uma peça grande (sofá).

As ambientações rústicas me inspiram muito, eu achei essa foto incrível de um living no campo. Madeiras grossas e de demolição são uma ótima pedida para esses espaços, além da lareira.  O uso das mantas completam o clima caloroso do ambiente. Com uma decoração em tons e materiais mais sólidos, é possível brincar com o tapete, trazendo desenhos floridos ou com mais formas.

No living abaixo vemos isso com essa estante triangular, fruto de uma arquitetura irregular, diferente das linhas retas que vemos em projetos acadêmicos. Uma missão para os designers de interiores é buscar soluções criativas para supostos problemas.

Uma lição que eu aprendi esse semestre é: Se não podemos “esconder” algo que não está se encaixando… ASSUMA – O.

Mais um lindo living. Esse encontrado na área externa, onde as intenções ficam bem claras no uso das cores e da madeira: Paredes de madeira pintadas de branco com pequenos detalhes em cor marrom, o telhado sem forro mostrando toda a estrutura e em cor natural.

E por fim, o mobiliário tem quem almofadas com a mesma tonalidade marcante. Uma pincelada de amarelo na vegetação dá um toque final lindo!

Algo que tem sido comentado em algumas revistas esse mês foi o uso de cores fortes e marcantes em algum mobiliário. Nesse Living o livreiro fica um pouco mais afastada da área dos sofás, mas sem duvida não passa despercebida com o vermelho laqueado. (foto da ELLE decor)

Nesse ultimo living, o uso de cores marcantes não foi concentrado em um único móvel, o uso do amarelo, cor que trás a criatividade. O ambiente é claro como um todo, fazendo com que nada “brigue” com o amarelo, e nem deixe ele “gritante”.

See it Also in English!

By: Vinicius Reimberg Santos

That precious place that for most people goes unnoticed, the chat room, Living room or even Living Room.
In my opinion family communication tend to be losing every day in a large proportion of the houses. Excuses like the rush, and fatigue can not hinder the union of a family. Brought then 09  living rooms that can inspire us to create living environments, conversations and why not hot, accompanied by a coffee (your choice). 😉
Do not really need a double-height for us to use the resource of a strip of wallpaper and plaster moldings. Tables neutral, but with darker shades, provide contrast for bright environment. The use of vegetation pruned, as a final touch comes in the classic style.
Predominantly white and bright light are perfect to reflect the light and sunlight. Consequently white environments often bring an uninviting atmosphere, the use of many colorful pillows, woolen carpets and cotton curtains fuller and denser, breaking cold weather.
The wainscot undoubtedly behind the delimitation of up to the height of the windows, the use of other coating above the wainscot fits perfectly in the setting. In this environment ends up being the predominant color brownish tones, so the use of blue mats composed environment in an intelligent way.
The rustic ambiences inspire me a lot, I found this incredible photo of a living in the countryside. Thick woods and demolition are a great option for those spaces, and the fireplace. The use of warm blankets complete the atmosphere of the environment. With a decor and more solid materials, you can play with the carpet, bringing floral designs or more ways.
In living below we see that with this triangular shelf, the result of an irregular architecture, unlike the straight lines we see in academic projects. A mission for interior designers is supposed to seek creative solutions to problems.
One lesson I learned this semester is: If we can not “hide” something that is not fitting … TAKE IT.
When we have a well-lit living room, opens more possibilities for a legue we can with it, use darker shades on the walls, floor, furniture … Whether in small parts of prominence, as in a large piece (sofa).
Another beautiful living. One found in the outer area, where the intentions are very clear in the use of colors and wood: wooden walls painted white with brown color in small details, the roof lining without showing the entire structure and natural color.

And finally, who is the furniture cushions with the same striking hue. A splash of yellow in the vegetation gives a lovely finishing touch!

Something that has been reviewed in some magazines this month was the use of strong colors and striking at some furniture. In Living the bookseller gets a little further away from the area of the couches, but no doubt does not go unnoticed with red lacquer. (Photo ELLE decor)
In this last living, the use of color marking is not concentrated in a single mobile, the use of yellow, bringing the creativity. The environment of course as a whole, leaving nothing “fight” with the yellow color, and not let it “scream” on the Living.