Restaurante Outback SteakHouse

Por: Vinicius Reimberg Santos

Este é um trabalho comercial acadêmico, proposto pelo professor Vitor Marinho, pelo centro universitário FIAM FAAM.

Tive uma grande ajuda de minhas colegas Maria Laurelina, Fernanda Machado e Joyce Correa

(perspectiva eletrônica – Joyce Correa)

A proposta do trabalho foi deixar o rústico e temático restaurante Outback Steakhouse com uma cara mais atual, mais contemporânea, com isso nós trazemos materiais que trariam a mesma sensação que dos antigos, porém, materiais novos, novas tendências e novos clientes.

(primeiros Sketches para o restaurante – Vinicius Reimberg)

A proposta do trabalho foi desenvolver desde a pesquisa sobre possíveis restaurantes; Pesquisa de campo mais aprofundada do restaurante escolhido; Desenvolver intenções de projeto sem planta, apenas com idéias subjetivas de como os clientes se sentiriam dentro do ambiente, (que mensagem ele passaria?); Desenvolvimento efetivo de funções operacionais em cozinha e copa; desenvolvimento e escolha de materiais, mobiliários, alvenarias, etc.

(vista – desneho técnico – Vinicius Reimberg)

Desenvolvimento de pranchas técnicas e por fim, uma maquete esquemática na escala de 1 para 50.

(maquete escala 1/50)

O semestre com o professor Vitor foi realmente inspirador, a cada semana tínhamos um novo desafio, o grupo no começo estava separado, as idéias não batiam, porém, com o desenvolvimento final do layout operacional do Outback as coisas começaram a se encaixar perfeitamente.

(primeiros sketches de fluxo operacional – Vinicius Reimberg)

A experiência de ir até um restaurante, conversar com os responsáveis, por telefone, e-mail, foi de grande ajuda, e a pesquisa sobre os costumes da Austrália de ‘hoje’ (tema final do trabalho) nos mostrou quanto os australianos são parecidos com os brasileiros, seus costumes, sua cultura aborígene preservada, foi simplesmente incrível.

CONFIRA TODAS AS IMAGENS DO PROJETO:

READ ALSO IN ENGLISH

The purpose was to let the rustic themed restaurant Outback Steakhouse with a face more current, more contemporary, with that we bring materials which would bring the same feel as the old, however, new materials, new trends and new customers.
The purpose of this study was developed from research on possible restaurants; Field research further the restaurant chosen; Develop design intent without plants, with only subjective ideas of how customers would feel within the environment (what message would he?) ; Developing effective operational functions in the kitchen and pantry; development and choice of materials, furniture, masonry, etc..
Development board techniques and finally, a schematic model on a scale of 1 to 50.

The semester with Professor Victor was really inspiring, every week we had a new challenge, the group was separated in the beginning, the ideas did not match, however, with the final development of the operational layout of the Outback things began to fit perfectly.
The experience of going to a restaurant, talking with officials by phone, email, was a great help, and research on the customs of the Australian ‘today’ (ending theme of the work) showed us how the Australians are similar to Brazilians, their customs, their native culture preserved, was simply amazing.

Anúncios

Armazém-Moradia em Nova York

Muito jargão arquitetônico foi derramado sobre esse Loft, mas ninquem deixará de olhar esse espaço fresco, dinâmico e alongado.

Este não é exatamente uma casa aconchegante, mas sua força brutalista se encaixa perfeitamente em Manhatta.

O Townhouse Armazém invertido recebeu inúmeros prêmios nos EUA. É a criação de Dean-Wolf Arquitetos de Nova York, onde arquiteto e designer Charles Wolf Eunjeong Seong estavam encarregados do projeto.

As escadas visíveis que criam uma sensação de elevador e um movimento ascendente. Podendo fazer uma ressauva nas grandes superfícies de aço, tijolos e vidro. Um dos pontos mais incríveis do projeto é a visibilidade entre os andares e de espaço em espaço que resolve o problema potencial de quartos escuros “boxy” dentro de um armazém sem janelas.

É uma conversão impressionante de um loft dentro de um grande armazém, que abrange todo o lote, não deixando espaço para fora do espaço de jardim ou pátio.

As principais realizações do trabalho Dean-Wolf está cortando o teto abrir para deixar a luz natural e, em seguida, utilizando painéis de vidro para deixá-la brilhar no escuro centro da estrutura.

Ao fazer isso, eles também criaram dentro do espaço “outdoor”, fazendo com que a residência sinto que tem um pátio. Eles também criaram um deck amplo no jardim fora da sala principal.

Para abrir as áreas-chave da residência para a luz natural, a entrada principal, através de um elevador, está agora no quinto andar, onde os espaços públicos e os quartos, salas de jogos e estudo estão localizados.

Veja mais postagens sobre design e arte em : The cool Hunter

Read It Also In English:

Inverted Warehouse Townhouse – New York
Much architectural jargon has been lavished on this Tribeca warehouse loft renovation.

This is not exactly a cozy home but its brutalist strength fits an old Manhattan warehouse well.

The Inverted Warehouse Townhouse has received numerous U.S. awards. It is the creation of Dean-Wolf Architects of New York, where architect Charles Wolf and designer Eunjeong Seong were in charge of the project.

We like the visible stairs that create a sense of lift and movement upward. We like the large surfaces of brick, steel and glass. We like the visibility between floors and from space to space that solves the potential problem of dark boxy rooms inside a windowless warehouse.

It is an impressive conversion of a loft (of 10,500 square feet) within a vast warehouse that covers the entire lot, leaving no room for outside space, garden or patio.

The main achievements of Dean-Wolf’s work are cutting the roof open to let the natural light in and then using glass panels to let it shine into the dark centre of the expansive structure.

By doing this, they also created “outdoor” space inside, making the residence feel like it has a courtyard. They also created a large garden deck off the main living room.

To open up the key areas of the residence to this natural light, the main entry, via an elevator, is now on the fifth floor where public spaces and the bedrooms, playrooms and study are located. In a more typical townhouse, this “parlor” floor would be accessed through the front steps of the building.